A Bíblia

Resumo da história bíblica do Domingo de Ramos

Precisa de orientação e clareza no amor, relacionamento, carreira e muito mais? Clique aqui para obter uma leitura de numerologia personalizada

A história do Domingo de Ramos ganha vida na Bíblia em Mateus 21:1-11; Marcos 11:1-11; Lucas 19:28-44; e João 12:12-19. A entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém marca o ponto alto de seu ministério terreno. O Senhor entra na cidade, sabendo muito bem que esta viagem terminará em sua morte sacrificial pelo pecado da humanidade.

Pergunta para reflexão

Quando Jesus entrou em Jerusalém, as multidões se recusaram a vê-lo como ele realmente era, mas colocaram seus desejos pessoais nele. Quem é Jesus para você? Ele é apenas alguém para satisfazer seus desejos e objetivos egoístas, ou ele é seu Senhor e Mestre que deu sua vida para salvá-lo de seus pecados?

Resumo da história do Domingo de Ramos

A caminho de Jerusalém, Jesus enviou dois discípulos à frente da aldeia de Betfagé, a cerca de um quilômetro e meio de distância da cidade aos pés do Monte das Oliveiras. Ele lhes disse para procurar um burro amarrado em uma casa, com seu jumentinho intacto ao lado. Jesus instruiu os discípulos a dizerem aos donos do animal que “O Senhor precisa dele”. (Lucas 19:31 )

Os homens encontraram a jumenta, trouxeram-na e seu jumentinho a Jesus e colocaram suas capas sobre o jumentinho. Jesus montou no jumentinho e lentamente, humildemente, fez sua entrada triunfal em Jerusalém.

Em seu caminho, as pessoas jogavam suas capas no chão e colocavam galhos de palmeiras na estrada à sua frente. Outros agitavam ramos de palmeiras no ar.

Grandes multidões de Páscoa cercaram Jesus, gritando “Hosana ao Filho de Davi! Bendito aquele que vem em nome do Senhor! Hosana nas alturas!” (Mateus 21:9)

A essa altura, a comoção estava se espalhando por toda a cidade. Muitos dos discípulos galileus já tinham visto Jesus ressuscitar Lázaro dos mortos . Sem dúvida, eles estavam espalhando a notícia daquele milagre surpreendente.

O povo da cidade ainda não entendeu completamente a missão de Cristo, mas sua adoração honrou a Deus:

“Você ouve o que essas crianças estão dizendo?” eles lhe perguntaram. “Sim”, respondeu Jesus, “vocês nunca leram:” ‘Da boca das crianças e das crianças, Senhor, invocaste o teu louvor’?” (Mateus 21:16)

Revele quais números aparecem em SEU gráfico de numerologia »

Os fariseus , que tinham inveja de Jesus e medo dos romanos, diziam: “‘Mestre, repreende os teus discípulos.’ Ele respondeu: ‘Digo-vos que, se estes se calassem, as próprias pedras clamariam.'” (Lucas 19:39-40)

Após este momento glorioso de celebração, Jesus Cristo começou sua jornada final até a cruz.

Lição de vida

O povo de Jerusalém via Jesus como um rei terreno que derrotaria o opressor Império Romano. A visão que tinham dele era limitada por suas próprias necessidades finitas e mundanas.

Eles não conseguiram entender que Jesus veio para triunfar sobre um inimigo muito maior do que Roma – um inimigo cuja derrota teria um impacto muito além dos limites desta vida.

Jesus veio para derrotar o inimigo de nossas almas – Satanás. Ele veio para derrotar o poder do pecado e da morte . Jesus não veio como um conquistador político, mas como o Messias-Rei, Salvador de almas e doador da vida eterna.

Números de anjo comunicados com frequência:

Anjo Número 111 Anjo Número 222 Anjo Número 333 Anjo Número 444 Anjo Número 555 Anjo Número 666 Anjo Número 777 Anjo Número 888 Anjo Número 999

Pontos de interesse

    • Quando ele disse aos discípulos que pegassem o jumento, Jesus se referiu a si mesmo como ‘O Senhor’, uma proclamação definitiva de sua divindade.
    • Ao entrar em Jerusalém montado em um jumentinho, Jesus cumpriu uma antiga profecia em Zacarias 9:9: “Alegra-te muito, ó filha de Sião! tendo a salvação é ele, humilde e montado em jumento, em jumentinho, cria de jumenta”. Este foi o único exemplo nos quatro livros do Evangelho em que Jesus montou um animal . Montando um jumento, Jesus ilustrou o tipo de Messias que ele era – não um herói político, mas um servo gentil e humilde.
    • Jogar mantos no caminho de alguém era um ato de homenagem e submissão e, junto com o lançamento de ramos de palmeira, servia como reconhecimento da realeza. O povo reconheceu Jesus como o Messias prometido.
    • O clamor do povo de ‘Hosana’ veio do Salmo 118:25-26 . Hosana significa “salvar agora”. Apesar do que Jesus havia predito sobre sua missão, o povo procurava um Messias militar que derrubaria os romanos e restauraria a independência de Israel.

Origens

  • O Novo Dicionário Bíblico Compacto , editado por T. Alton Bryant
  • Novo Comentário Bíblico , editado por GJ Wenham, JA Motyer, DA Carson e RT France
  •  Bíblia de Estudo, Bíblia Crossway

 

Avalie este post
[Total: 1 Average: 5]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
x

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.