Evangelho de João – Introdução ao Evangelho de João

O Evangelho de João foi escrito para provar que Jesus Cristo é o Filho de Deus. Como uma testemunha ocular do amor e do poder mostrados nos milagres de Jesus, João nos dá uma visão pessoal e próxima da identidade de Cristo.

Ele nos mostra que Jesus, embora totalmente Deus, veio em carne para revelar de maneira clara e precisa Deus, e que Cristo é a fonte da vida eterna para todos os que crêem nele.

Autor do Evangelho de João

João, filho de Zebedeu, é o autor deste Evangelho.

Ele e seu irmão James são chamados de “Filhos do Trovão”, provavelmente por suas personalidades animadas e zelosas. Dos 12 discípulos, João, Tiago e Pedro formaram o círculo interno, escolhido por Jesus para se tornarem seus companheiros mais próximos.

Eles tiveram o privilégio exclusivo de testemunhar e testemunhar sobre os eventos da vida de Jesus que outros não foram convidados a ver.

João estava presente na ressurreição da filha de Jario (Lucas 8:51), a transfiguração de Jesus (Marcos 9: 2) e no Getsêmani (Marcos 14:33). João também é o único discípulo registrado para estar presente na crucificação de Jesus.

João se refere a si mesmo como “o discípulo a quem Jesus amava”. Ele escreve com simplicidade no original grego, o que torna este Evangelho um bom livro para novos crentes. No entanto, abaixo da superfície da escrita de João estão camadas de teologia rica e profunda.

Data de Escrita:

Por volta de 85-90 dC

Escrito para:

O Evangelho de João foi escrito principalmente para novos crentes e buscadores.

Paisagem do Evangelho de João

João escreveu o Evangelho em algum momento depois de 70 dC e a destruição de Jerusalém, mas antes de seu exílio na ilha de Patmos. Foi provavelmente escrito a partir de Éfeso. As configurações do livro incluem Betânia, Galiléia, Cafarnaum, Jerusalém, Judéia e Samaria.

Temas no Evangelho de João

O tema predominante no livro de João é a revelação de Deus ao homem através de sua ilustração viva – Jesus Cristo, o Verbo feito carne.

Os versos iniciais descrevem lindamente Jesus como a Palavra. Ele é Deus revelado ao homem – a expressão de Deus – para que possamos vê-lo e crer.

Através deste Evangelho, testemunhamos o poder eterno e a natureza do Deus Criador, oferecendo -nos a vida eterna através do seu Filho Jesus Cristo.

Em cada capítulo, a divindade de Cristo é revelada. Os oito milagres registrados por João revelam seu poder e amor divinos. São sinais que nos inspiram a confiar e acreditar nele.

O Espírito Santo é um tema no Evangelho de João também. Somos atraídos pela fé em Jesus Cristo pelo Espírito Santo; nossa crença é estabelecida por meio da presença interior, orientadora, conselheira e consoladora do Espírito Santo; e através do poder do Espírito Santo em nós, a vida de Cristo é multiplicada para os outros que crêem.

Personagens-chave no Evangelho de João

JesusJoão BatistaMaria, mãe de Jesus, Maria, Marta e Lázaroos discípulosPilatos e Maria Madalena.

Versos Chave:

João 1:14 
O Verbo se fez carne e habitou entre nós. Vimos a sua glória, a glória do Uno e Único, que veio do Pai, cheio de graça e verdade.

João 20: 30-31 
Jesus fez muitos outros sinais miraculosos na presença de seus discípulos, que não estão registrados neste livro. Estes, porém, estão escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.

Esboço do Evangelho de João:

  • O nascimento e a preparação de Jesus, o Filho de Deus – João 1: 1-2: 11
  • A Mensagem e o Ministério de Jesus, o Filho de Deus – João 2: 12-12: 50
  • A morte e ressurreição de Jesus, o Filho de Deus – João 13: 1-21: 25

Veja mais: Aprendendo a Entender e Interpretar o Texto da Bíblia




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *