História da linha do tempo da Bíblia desde a criação até hoje

História da Bíblia – Trace a história das Escrituras desde a criação até as traduções atuais

Precisa de orientação e clareza no amor, relacionamento, carreira e muito mais? Clique aqui para obter uma leitura de numerologia personalizada

História da linha do tempo da Bíblia desde a criação até hoje: A Bíblia é considerada o maior best-seller de todos os tempos, e sua história é fascinante para estudar.

À medida que o Espírito de Deus soprou sobre os autores da Bíblia, eles gravaram as mensagens com quaisquer recursos disponíveis na época. A própria Bíblia ilustra alguns dos materiais usados: gravuras em barro, inscrições em tábuas de pedra , tinta e papiro, velino, pergaminho, couro e metais.

Esta linha do tempo traça a história sem paralelo da Bíblia através dos tempos. Descubra como a Palavra de Deus foi meticulosamente preservada e, por longos períodos, até suprimida, durante sua longa e árdua jornada desde a criação até as traduções atuais em inglês.

História da linha do tempo da Bíblia

    • Criação – BC 2000 – Originalmente, as primeiras Escrituras são transmitidas de geração em geração oralmente.
    • Cerca de 2000-1500 AC – O livro de Jó , talvez o livro mais antigo da Bíblia, é escrito.
    • Cerca de 1500-1400 AC – As tábuas de pedra dos Dez Mandamentos são dadas a Moisés no Monte Sinai e depois armazenadas na Arca da Aliança .
    • Cerca de 1400–400 aC – Os manuscritos que compõem a Bíblia hebraica original (39 livros do Antigo Testamento ) são concluídos. O Livro da Lei é guardado no tabernáculo e depois no Templo ao lado da Arca da Aliança.
    • Cerca de 300 aC – Todos os livros hebraicos originais do Antigo Testamento foram escritos, coletados e reconhecidos como livros oficiais e canônicos.
    • Cerca de 250–200 aC – A Septuaginta , uma tradução grega popular da Bíblia hebraica (39 livros do Antigo Testamento), é produzida. Os 14 livros dos Apócrifos também estão incluídos.
    • Cerca de 45–100 d.C. – São escritos os 27 livros originais do Novo Testamento grego .
    • Por volta de 140-150 dC – O herético “Novo Testamento” de Marcião de Sinope levou os cristãos ortodoxos a estabelecer um cânon do Novo Testamento.
    • Cerca de 200 dC – A Mishná judaica , a Torá Oral, é registrada pela primeira vez.
    • Por volta de 240 dC – Orígenes compila o Hexapla, um paralelo de seis colunas de textos gregos e hebraicos.
    • Cerca de 305-310 d.C. – O texto grego do Novo Testamento de Luciano de Antioquia torna-se a base para o Textus Receptus.
    • Por volta de 312 d.C. – O Codex Vaticanus está possivelmente entre as 50 cópias originais da Bíblia encomendadas pelo imperador Constantino. É eventualmente mantido na Biblioteca do Vaticano em Roma.
    • 367 DC – Atanásio de Alexandria identifica o cânon completo do Novo Testamento (27 livros) pela primeira vez.
    • 382-384 DC – São Jerônimo traduz o Novo Testamento do grego original para o latim. Esta tradução torna-se parte do manuscrito da Vulgata Latina.
    • 397 DC – Terceiro Sínodo de Cartago aprova o cânon do Novo Testamento (27 livros).
    • 390-405 DC – São Jerônimo traduz a Bíblia hebraica para o latim e completa o manuscrito da Vulgata Latina. Inclui os 39 livros do Antigo Testamento, 27 livros do Novo Testamento e 14 livros apócrifos.
    • 500 dC – Até agora as Escrituras foram traduzidas em vários idiomas, não limitado a, mas incluindo uma versão egípcia (Codex Alexandrinus), uma versão copta , uma tradução etíope, uma versão gótica (Codex Argenteus) e uma versão armênia. Alguns consideram o armênio a mais bela e precisa de todas as traduções antigas.
    • 600 DC – A Igreja Católica Romana declara o latim como a única língua para as Escrituras.
    • 680 DC – Caedmon, poeta e monge inglês , transforma livros e histórias da Bíblia em poesia e música anglo-saxônica.
    • 735 DC – Beda, historiador e monge inglês, traduz os Evangelhos para o anglo-saxão.
    • 775 DC – O Livro de Kells, um manuscrito ricamente decorado contendo os Evangelhos e outros escritos, é completado por monges celtas na Irlanda.
    • Por volta de 865 d.C. – Os santos Cirilo e Metódio começam a traduzir a Bíblia para o eslavo da Igreja Antiga.
    • 950 dC – O manuscrito dos Evangelhos de Lindisfarne é traduzido para o inglês antigo.
    • Cerca de 995-1010 dC – Aelfric, um abade inglês, traduz partes das Escrituras para o inglês antigo.
    • 1205 DC – Stephen Langton, professor de teologia e mais tarde arcebispo de Canterbury, cria as primeiras divisões de capítulos nos livros da Bíblia.
    • AD 1229 – O Conselho de Toulouse proíbe estritamente e proíbe leigos de possuir uma Bíblia.
    • 1240 dC – O cardeal francês Hugh de Saint Cher publica a primeira Bíblia latina com as divisões de capítulos que ainda existem hoje.
    • 1325 DC – O eremita e poeta inglês, Richard Rolle de Hampole, e o poeta inglês William Shoreham traduzem os Salmos em versos métricos.
    • Por volta de 1330 dC – Rabi Solomon ben Ismael coloca pela primeira vez as divisões de capítulos nas margens da Bíblia hebraica.
    • AD 1381-1382 – John Wycliffe e associados, desafiando a Igreja organizada, acreditando que as pessoas deveriam ter permissão para ler a Bíblia em seu próprio idioma, começam a traduzir e produzir os primeiros manuscritos manuscritos de toda a Bíblia em inglês. Estes incluem os 39 livros do Antigo Testamento, 27 livros do Novo Testamento e 14 livros apócrifos.
    • AD 1388 – John Purvey revisa a Bíblia de Wycliffe.
    • 1415 DC – 31 anos após a morte de Wycliffe, o Conselho de Constança o acusa de mais de 260 acusações de heresia .
    • 1428 DC – 44 anos após a morte de Wycliffe, oficiais da igreja desenterraram seus ossos, os queimaram e espalharam as cinzas no Rio Swift.
    • 1455 DC – Após a invenção da imprensa na Alemanha, Johannes Gutenberg produz a primeira Bíblia impressa, a Bíblia de Gutenberg, na Vulgata Latina.
    • 1516 DC – Desiderius Erasmus produz um Novo Testamento grego, um precursor do Textus Receptus.
    • 1517 DC – A Bíblia Rabínica de Daniel Bomberg contém a primeira versão hebraica impressa (texto massorético) com divisões de capítulos.
    • 1522 DC – Martinho Lutero traduz e publica o Novo Testamento pela primeira vez para o alemão a partir da versão Erasmus de 1516.
    • AD 1524 – Bomberg imprime uma segunda edição do texto massorético preparado por Jacob ben Chayim.
    • 1525 DC – William Tyndale produz a primeira tradução do Novo Testamento do grego para o inglês.
    • AD 1527 – Erasmus publica uma quarta edição da tradução grego-latim.
    • 1530 DC – Jacques Lefèvre d’Étaples completa a primeira tradução em francês de toda a Bíblia.
    • 1535 DC – A Bíblia de Myles Coverdale completa o trabalho de Tyndale, produzindo a primeira Bíblia impressa completa na língua inglesa. Inclui os 39 livros do Antigo Testamento, 27 livros do Novo Testamento e 14 livros apócrifos.
    • 1536 DC – Martinho Lutero traduz o Antigo Testamento para o dialeto comumente falado do povo alemão, completando sua tradução de toda a Bíblia em alemão.
    • 1536 DC – Tyndale é condenado como herege, estrangulado e queimado na fogueira.
    • 1537 dC – A Bíblia de Mateus (comumente conhecida como a Bíblia de Matthew-Tyndale), uma segunda tradução impressa completa em inglês, é publicada, combinando as obras de Tyndale, Coverdale e John Rogers.
    • 1539 DC – A Grande Bíblia, a primeira Bíblia em inglês autorizada para uso público, é impressa.
    • AD 1546 – O Concílio Católico Romano de Trento declara a Vulgata como a autoridade latina exclusiva para a Bíblia.
    • 1553 DC – Robert Estienne publica uma Bíblia em francês com divisões de capítulos e versículos. Este sistema de numeração torna-se amplamente aceito e ainda é encontrado na maioria das Bíblias de hoje.
    • 1560 DC – A Bíblia de Genebra é impressa em Genebra, Suíça. É traduzido por refugiados ingleses e publicado pelo cunhado de João Calvino , William Whittingham. A Bíblia de Genebra é a primeira Bíblia em inglês a adicionar versículos numerados aos capítulos. Torna-se a Bíblia da Reforma Protestante , mais popular do que a versão King James de 1611 por décadas após seu lançamento original.
    • 1568 dC – A Bíblia do Bispo, uma revisão da Grande Bíblia, é introduzida na Inglaterra para competir com a Bíblia de Genebra popular, mas “incendiária em relação à Igreja institucional”.
    • 1582 d.C. – Abandonando sua política de 1.000 anos de uso exclusivo do latim, a Igreja de Roma produz a primeira Bíblia católica em inglês, o Reims Novo Testamento, da Vulgata Latina.
    • 1592 DC – A Vulgata Clementina (autorizada pelo Papa Clementina VIII), uma versão revisada da Vulgata Latina, torna-se a Bíblia oficial da Igreja Católica.
    • 1609 DC – O Antigo Testamento Douay é traduzido para o inglês pela Igreja de Roma, para completar a versão combinada de Douay-Rheims.
  • AD 1611 – A Versão King James , também chamada de “Versão Autorizada” da Bíblia é publicada. Diz-se que é o livro mais impresso da história do mundo, com mais de um bilhão de cópias impressas.
  • 1663 DC – A Bíblia Algonquin de John Eliot é a primeira Bíblia impressa na América, não em inglês, mas na língua nativa dos índios Algonquin.
  • 1782 DC – A Bíblia de Robert Aitken é a primeira Bíblia em língua inglesa impressa na América.
  • 1790 DC – Matthew Carey publica uma Bíblia em Inglês da Versão Católica Romana de Douay-Rheims na América.
  • AD 1790 – William Young imprime a primeira “edição escolar” de bolso da Bíblia King James Version na América.
  • 1791 DC – A Bíblia de Isaac Collins, a primeira Bíblia da família, é impressa na América.
  • AD 1791 – Isaiah Thomas imprime a primeira Bíblia ilustrada na América.
  • AD 1808 – Jane Aitken (filha de Robert Aitken), é a primeira mulher a imprimir uma Bíblia.
  • 1833 DC – Noah Webster, depois de publicar seu famoso dicionário, lança sua própria edição revisada da Bíblia King James.
  • AD 1841 – O Novo Testamento Hexapla Inglês, uma comparação da língua grega original e seis traduções inglesas importantes, é produzido.
  • 1844 DC – O Codex Sinaiticus , um manuscrito grego koiné manuscrito de textos do Antigo e do Novo Testamento que remonta ao século IV, é redescoberto pelo estudioso bíblico alemão Konstantin Von Tischendorf no Mosteiro de Santa Catarina no Monte Sinai.
  • AD 1881-1885 – A Bíblia King James é revisada e publicada como a Versão Revisada na Inglaterra.
  • AD 1901 – A Versão Padrão Americana, a primeira grande revisão americana da Versão King James, é publicada.
  • AD 1946-1952 – A Versão Padrão Revisada é publicada.
  • AD 1947-1956 – Os Manuscritos do Mar Morto são descobertos.
  • AD 1971 – A New American Standard Bible é publicada.
  • AD 1973 – A Nova Versão Internacional é publicada.
  • AD 1982 – A Nova Versão King James é publicada.
  • 1986 DC – A descoberta dos Pergaminhos de Prata, que se acredita ser o texto bíblico mais antigo de todos os tempos, é anunciada. Eles foram encontrados três anos antes na Cidade Velha de Jerusalém por Gabriel Barkay da Universidade de Tel Aviv.
  • AD 1996 – A Nova Tradução Viva é publicada.
  • AD 2001 – A versão padrão inglesa é publicada.

FontesManual Bíblico de Willmington ; www.greatsite.com ; Crossway; Museu da Bíblia ; Bíblia; Cristianismo Hoje ; e Teopedia .

 

Avalie este post
[Total: 1 Average: 5]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

x
Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso de nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. Política de Cookies View more
Aceitar
Recusar