Quais são os dez mandamentos? Uma moderna Paráfrase dos Dez Mandamentos

Os Dez Mandamentos, ou as Tábuas da Lei, são os mandamentos que Deus deu ao povo de Israel por meio de Moisés depois de guiá-los para fora do Egito.

Registrado em Êxodo 20: 1-17 e Deuteronômio 5: 6-21, em essência, os Dez Mandamentos são um resumo das centenas de leis encontradas no Antigo Testamento. Esses mandamentos são considerados a base para a conduta moral, espiritual e ética de judeus e cristãos.

Na língua original, os Dez Mandamentos são chamados de “Decálogo” ou “Dez Palavras”. Essas dez palavras foram ditas por Deus, o legislador, e não foram o resultado da legislação humana. Eles foram escritos em duas tábuas de pedra. Enciclopédia Baker da Bíblia explica:

“Isso não significa que cinco mandamentos foram escritos em cada tabuinha; ao invés disso, todos os 10 foram escritos em cada tabuinha, o primeiro comprimido pertence a Deus, o legislador, o segundo comprimido pertence a Israel, o recebedor.”

A sociedade atual abraça o relativismo cultural, que é uma ideia que rejeita a verdade absoluta. Para os cristãos e judeus, Deus nos deu a verdade absoluta na inspirada Palavra de Deus.

Através dos Dez Mandamentos, Deus ofereceu regras básicas de comportamento para viver vidas retas e espirituais. Esses comandos descrevem os absolutos da moralidade que Deus pretendia para o seu povo.

Os mandamentos se aplicam a duas áreas: as cinco primeiras dizem respeito ao nosso relacionamento com Deus; as cinco últimas tratam de nossas relações com outras pessoas.

As traduções dos Dez Mandamentos podem variar amplamente, com algumas formas soando antiquadas e empoladas para os ouvidos modernos. Aqui está uma moderna paráfrase dos Dez Mandamentos, incluindo breves explicações.

Paráfrase moderna dos dez mandamentos

1) Não adore nenhum outro deus além do único Deus verdadeiro. Todos os outros deuses são falsos deuses. Adore a Deus sozinho.

2) Não faça ídolos ou imagens na forma de Deus. Um ídolo pode ser qualquer coisa (ou alguém) que você adora, tornando-o mais importante que Deus. Se alguma coisa (ou alguém) tem seu tempo, atenção e afeição, ela tem sua adoração. Pode ser um ídolo em sua vida. Não deixe que nada tome o lugar de Deus em sua vida.

3) Não trate o nome de Deus com leviandade ou com desrespeito. Por causa da importância de Deus, seu nome é sempre para ser falado com reverência e com honra. Sempre honre a Deus com suas palavras.

4) Dedique ou reserve um dia comum a cada semana para descanso e adoração ao Senhor.

5) Dê honra a seu pai e sua mãe, tratando-os com respeito e obediência.

6) Não mate deliberadamente um outro ser humano. Não odeie pessoas ou as machuque com palavras e ações.

7) Não tenha relações sexuais com alguém que não seja seu cônjuge. Deus proíbe o sexo fora dos limites do casamento. Respeite seu corpo e o corpo de outras pessoas.

8) Não roube ou receba nada que não lhe pertença, a menos que tenha recebido permissão para fazê-lo.

9) Não diga uma mentira sobre alguém ou traga uma falsa acusação contra outra pessoa. Sempre fale a verdade.

10) Não deseje nada nem alguém que não lhe pertença. Comparar-se com os outros e desejar ter o que eles têm pode levar a inveja, inveja e outros pecados. Fique contente concentrando-se nas bênçãos que Deus lhe deu e não naquilo que ele não lhe deu. Seja grato pelo que Deus lhe deu.

Veja mais: Aprendendo a Entender e Interpretar o Texto da Bíblia




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *