Origens e Desenvolvimentos Leitura espiritual

Bhaisajyaguru: O Buda da Medicina

Bhaisajyaguru: O Buda da Medicina
Precisa de orientação e clareza no amor, relacionamento, carreira e muito mais? Clique aqui para obter uma leitura de numerologia personalizada

Bhaisajyaguru é o Buda da Medicina ou Rei da Medicina. Ele é venerado em grande parte do Budismo Mahayana por causa de seus poderes de cura, tanto física quanto espiritual. Diz-se que ele reina sobre uma terra pura chamada Vaiduryanirbhasa.

Origens do Buda da Medicina

A primeira menção de Bhaiṣajyaguru é encontrada em um texto Mahayana chamado Bhaiṣajyaguruvaiḍuryaprabharaja Sutra, ou mais comumente o Sutra do Buda da Medicina. Manuscritos em sânscrito deste sutra que datam do século VII foram encontrados em Bamiyan, Afeganistão e Gilgit, Paquistão, ambos outrora parte do reino budista de Gandhara.

De acordo com este sutra, há muito tempo, o futuro Buda da Medicina, enquanto seguia o caminho do bodhisattva, prometeu fazer doze coisas quando alcançasse a iluminação. Estas foram:

    1. Ele jurou que seu corpo brilharia com uma luz deslumbrante e iluminaria incontáveis ​​mundos.
    2. Seu corpo radiante e puro traria à luz aqueles que moram nas trevas.
    3. Ele proveria os seres sencientes com suas necessidades materiais.
    4. Ele guiaria aqueles que andavam em caminhos desviantes para encontrar o caminho do Grande Veículo (Mahayana).
    5. Ele capacitaria incontáveis ​​seres a manter os Preceitos.
    6. Ele curaria as aflições físicas para que todos os seres pudessem ser fisicamente aptos.
    7. Ele faria com que aqueles que estão doentes e sem família tivessem cura e uma família para cuidar deles.
    8. Ele faria com que as mulheres que são infelizes sendo mulheres se tornassem homens.
    9. Ele libertaria os seres das redes dos demônios e dos laços das seitas “externas”.
    10. Ele faria com que aqueles que estão presos e sob ameaça de execução fossem libertados da preocupação e do sofrimento.
    11. Ele faria com que aqueles que estão desesperados por comida e bebida fossem saciados,
    12. Ele faria com que aqueles que são pobres, sem roupas e atormentados pelo frio, calor e insetos que picam tivessem roupas finas e um ambiente agradável.

De acordo com o sutra, o Buda declarou que Bhaiṣajyaguru realmente teria um grande poder de cura. A devoção a Bhaiṣajyaguru em nome dos afetados pela doença tem sido especialmente popular no Tibete, China e Japão há séculos.

Bhaisajyaguru em Iconografia

O Buda da Medicina está associado à pedra semipreciosa lápis-lazúli. Lapis é uma pedra azul intensamente profunda que muitas vezes contém manchas douradas de pirita, criando uma impressão das primeiras estrelas fracas em um céu noturno escuro. É extraído principalmente no que hoje é o Afeganistão, e no antigo leste da Ásia era muito raro e altamente valorizado.

Em todo o mundo antigo pensava-se que o lápis tinha poder místico. No leste da Ásia, pensava-se que também tinha poder de cura, especialmente para reduzir a inflamação ou o sangramento interno. No budismo Vajrayana , acredita-se que a cor azul profunda do lápis-lazúli tenha um efeito purificador e fortalecedor naqueles que a visualizam. 

Na iconografia budista, a cor do lápis é quase sempre incorporada à imagem de Bhaisajyaguru. Às vezes, o próprio Bhaisajyaguru é lápis-lazúli, ou pode ser de uma cor dourada, mas cercado por lápis-lazúli.

Ele quase sempre segura uma tigela de esmolas de lápis-lazúli ou um pote de remédios, geralmente em sua mão esquerda, que está descansando com a palma para cima em seu colo. Nas imagens tibetanas, uma planta myrobalan pode estar crescendo na tigela. O myrobalan é uma árvore que produz uma fruta parecida com a ameixa, que se acredita ter propriedades medicinais.

Na maioria das vezes você verá Bhaisajyaguru sentado em um trono de lótus, com a mão direita estendida para baixo, palma para fora. Este gesto significa que ele está pronto para responder orações ou dar bênçãos.

Um Mantra do Buda da Medicina

Existem vários mantras e dharanis cantados para evocar o Buda da Medicina. Estes geralmente são cantados em nome de alguém que está doente. Um é:

Namo Bhagavate bhaisajya guru vaidurya prabha rajaya
Tathagataya
Arhate
samyaksambuddhaya
tadyatha
Om bhaisajye bhaisajye bhaisajya samudgate Svaha

Isso poderia ser traduzido como “Homenagem ao Buda da Medicina, O Mestre da Cura, radiante como lápis-lazúli, como um rei. Aquele que veio assim, o digno, O totalmente e perfeitamente desperto, saude a cura, a cura, o curador. Que assim seja.”

Às vezes, esse canto é encurtado para “Tadyatha Om bhaisajye bhaisajye bhaisajya samudgate Svaha”.

 

Avalie este post
[Total: 1 Average: 5]

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
x
Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso de nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. Política de Cookies View more
Aceitar
Recusar