Arte e Cultura Indiana Leitura espiritual

Om é o símbolo hindu do Absoluto

Om é o símbolo hindu do Absoluto
Precisa de orientação e clareza no amor, relacionamento, carreira e muito mais? Clique aqui para obter uma leitura de numerologia personalizada

A meta que todos os Vedas declaram, que todas as austeridades visam, e que os homens desejam quando levam uma vida de continência… é Om. Esta sílaba Om é de fato Brahman. Quem conhece esta sílaba obtém tudo o que deseja. Este é o melhor suporte; este é o maior suporte. Quem conhece este apoio é adorado no mundo de Brahma.
— Katha Upanishad I

A sílaba “Om” ou “Aum” é de suma importância no hinduísmo. Este símbolo é uma sílaba sagrada que representa Brahman, o Absoluto impessoal do hinduísmo – onipotente, onipresente e a fonte de toda existência manifesta.

Brahman, em si, é incompreensível, então algum tipo de símbolo é essencial para nos ajudar a conceituar o Incognoscível. Om, portanto, representa tanto o aspecto não manifesto ( nirguna ) quanto o manifesto ( saguna ) de Deus. É por isso que é chamado de pranava — significando que permeia a vida e percorre nosso prana ou respiração.

Om na vida diária hindu

Embora Om simbolize os conceitos mais profundos da crença hindu, é usado diariamente pela maioria dos seguidores do hinduísmo. Muitos hindus começam seu dia ou qualquer trabalho ou jornada pronunciando Om.

O símbolo sagrado é frequentemente encontrado no cabeçalho das letras, no início dos exames e assim por diante. Muitos hindus, como expressão de perfeição espiritual, usam o sinal de Om como um pingente. Este símbolo está consagrado em todos os templos hindus e, de uma forma ou de outra, em santuários familiares.

É interessante notar que uma criança recém-nascida é introduzida no mundo com este sinal sagrado. Após o nascimento, a criança é purificada ritualmente e a sílaba sagrada Om é escrita em sua língua com mel.

Assim, é desde o nascimento que a sílaba Om é introduzida na vida de um hindu, e permanece com ele como símbolo de piedade pelo resto de sua vida. Om também é um símbolo popular usado na arte corporal contemporânea e nas tatuagens.

A Sílaba Eterna

De acordo com o Mandukya Upanishad:

Om é a única sílaba eterna da qual tudo o que existe é apenas o desenvolvimento. O passado, o presente e o futuro estão todos incluídos neste único som, e tudo o que existe além das três formas de tempo também está implícito nele.

A Música do Om

Para os hindus , Om não é exatamente uma palavra, mas sim uma entonação. Como a música, transcende as barreiras de idade, raça, cultura e até mesmo espécie.

É composto de três letras sânscritas, aa , au e ma que, quando combinadas, formam o som “Aum” ou “Om”. Para os hindus, acredita-se que seja o som básico do mundo e que contenha todos os outros sons dentro dele. É um mantra ou oração em si mesmo, e se for repetido com a entonação correta, pode ressoar por todo o corpo para que o som penetre até o centro do ser, o atman ou alma.

Há harmonia, paz e felicidade neste som simples, mas profundamente filosófico. De acordo com o  Bhagavad Gita, ao vibrar a sílaba sagrada Om, a combinação suprema de letras, enquanto contempla a Suprema Personalidade de Deus e abandona o corpo, um crente certamente alcançará o estado mais elevado da eternidade “sem estado”.

O poder do Om é paradoxal e duplo. Por um lado, projeta a mente além do imediato para um estado metafísico que é abstrato e inexprimível. Por outro lado, porém, reduz o absoluto a um nível mais tangível e abrangente. Abrange todas as potencialidades e possibilidades; é tudo o que foi, é ou ainda será.

Om na prática

Quando cantamos Om durante a meditação, criamos dentro de nós uma vibração que se sintoniza com a vibração cósmica e começamos a pensar universalmente. O silêncio momentâneo entre cada canto torna-se palpável.

A mente se move entre os opostos do som e do silêncio até que, finalmente, o som deixa de existir. No silêncio que se segue, até mesmo o único pensamento de Om é extinguido, e não há mais a presença do pensamento para interromper a pura consciência.

Este é o estado de transe, onde a mente e o intelecto são transcendidos à medida que o indivíduo se funde com o Ser Infinito em um momento piedoso de realização absoluta. É um momento em que os pequenos assuntos mundanos se perdem no desejo e na experiência do universal. Tal é o poder imensurável de Om.

 

Avalie este post
[Total: 1 Average: 5]

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
x
Usamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer recursos de mídia social e analisar nosso tráfego. Também compartilhamos informações sobre o uso de nosso site com nossos parceiros de mídia social, publicidade e análise. Política de Cookies View more
Aceitar
Recusar